Reflexões
Apóstolo da Razão • Paulo Bitencourt
A Bíblia é um livro extremamente violento e cruel. A única razão por que não é proibida para crianças é por ser um livro religioso. Religiões gozam do privilégio de fazer crianças verem perversidades como meras demonstrações do poder de Deus.
A própria Bíblia se encarrega de provar que o deus judaico-cristão é uma invenção humana, pois, entre outras coisas, ele dava ordens contraditórias. Às vezes, Javé ordenava que os soldados israelitas invadissem outras nações e passassem ao fio da espada todos os seus habitantes (1 Samuel 15:2-3). Às vezes, que assassinassem todo mundo, exceto as meninas virgens, que lhes deveriam ficar como prêmio (Números 31:17-18). Às vezes, que poupassem as mulheres, mas só as bonitas. As feias tinham de ser mandadas para o beleléu. Como animais caçados, as mulheres esbeltas os soldados podiam levar para casa e “comer”:
Quando vocês guerrearem contra os seus inimigos e o Senhor, o seu Deus, os entregar em suas mãos e vocês fizerem prisioneiros, um de vocês poderá ver entre eles uma mulher muito bonita, agradar-se dela e tomá-la como esposa. Leve-a para casa; ela rapará a cabeça, cortará as unhas e se desfará das roupas que estava usando quando foi capturada. Ficará em casa e pranteará seu pai e sua mãe um mês inteiro. Depois você poderá chegar-se a ela e tornar-se o seu marido, e ela será sua mulher.
Deuteronômio 21:10-13
www.000webhost.com