Reflexões
Apóstolo da Razão • Paulo Bitencourt
Se sacrifício de animais não é prova suficiente da primitividade do deus da Bíblia, que tal mutilação do pênis? Javé criou o homem com prepúcio, mas homens com prepúcio não podiam (e, para os judeus, ainda não podem) fazer parte do povo escolhido de Deus.
Apesar de afirmar que mutilar o órgão genital masculino para agradar Deus não valia mais para os cristãos, o apóstolo Paulo pegou o pênis de Timóteo, que tinha cerca de 30 anos e com o qual ele viajava pregando, e cortou dele o prepúcio, a fim de ser bem recebido pelos judeus. Embora bizarro, isso só faz sentido, se, à entrada de cada cidade, forasteiros fossem obrigados a levantar a túnica e mostrar seus “documentos”.
www.000webhost.com